Share |
Anterior Próximo

29/08/2012

Catalão - GO


Oficina Pedagógica de Catalão
Número de horas: 8,0 horas
Empresa: Tetra Pak
Facilitador: Matheus Pedro
Estado: GO
Cidade: Catalão
Secretaria de Ensino: Não Espeficicado
Educadores Relacionados: Nenhum Educador Relacionado
Instituições Relacionadas: Nenhuma Instituição Relacionada

OFICINA DE CATALÃO - GÓIAS

Data da oficina: 29.08.2012

Contato: Eliana Machado Canedo Borges e Sueli Antunes

Local: Rua Dr.Pedro Ludovico, 506 - Centro Catalão GO- CEP 75701-030

Índice


APRESENTAÇÃO

A oficina teve início com as boas-vindas, sendo os participantes convidados a servirem do café da manhã. Os participantes expressaram como expectativas da Oficina:

· Aprender algumas coisas novas dos assuntos de reciclagem

· Compartilhar experiências

· Aprender dinâmicas / metodologia para replicarem na escola

Solicitou-se posteriormente que cada participante escrevesse em papeletas coloridas qual a sua relação com o lixo. Esta mesma atividade foi realizada ao final da oficina e percebeu-se a mudança de conceitos no aspecto da informação, outros mudaram a sua relação de afetividade, e outros ainda, o aspecto organizacional. Exemplos:

· Cognitivo: Indiferença x Muitas ideias

· Preocupação x Transformação

· Afetivo: Medo x Responsabilidade

· Organizacional: Separo x Separo mesmo e Espaço x Redução

EXECUÇÃO

1. Contextualização

A oficina contou com professores e coordenadores pedagógicos que, juntos, atingem 13.354 educandos. A grande maioria das escolas não possui programa de coleta seletiva e poucos professores desenvolveram atividades deste conteúdo. A falta de organização e a inexistência de lugares que coletam recicláveis foram citados por eles como principais fatores que dificultam esta atividade. Conforme os aspectos que envolvem a produção de resíduos, sua tipologia, as formas de destinação iam surgindo com o debate, o roteiro da oficina com o conteúdo preparado ia sendo apresentado, qualificando as considerações dos participantes. O vídeo Carbono e Metano permitiu aprofundar o conhecimento e a relação entre produção de resíduos; coleta seletiva/ reciclagem com sustentabilidade. Os kits educativos foram distribuídos e o ciclo de vida da embalagem longa vida serviu como referência para se discutir questões sobre a importância dos atores, contextualizando os desafios e as conquistas do poder público, empresa, transporte, cooperativa, consumidor. Durante a parte da manhã, o kit foi manuseado, tendo sido apresentado todos os seus recursos. Alguns assuntos que geraram forte debate versaram sobre dificuldades de mudança de atitudes por parte dos alunos, mas também por parte dos geradores de resíduos.

2. Política Nacional de Resíduos Sólidos

Para explicitar a necessidade de mudança comportamental, foi apresentada a Política Nacional de Resíduos Sólidos, conforme roteiro de apresentação. Dúvidas sobre a existência e o funcionamento da cooperativa existente no município foram esclarecidas com a fala do consultor de campo, Alex. Este profissional descreveu a rotina de trabalho da cooperativa, os desafios e as conquistas que a mesma vem alcançando, com a tônica de aumentar a participação e envolvimento das escolas para a coleta seletiva. Uma das professoras comentou sobre o estudo de meio que sua turma de alunos fez ao aterro sanitário e compartilhou o telefone com todos para que haja esta visita.

3. Reciclagem da embalagem longa vida

Na parte da tarde, foi realizada a demonstração da reciclagem longa vida, após a apresentação dos slides que mostram o processo na indústria. O professor Marcos Cesar recitou um poema elaborado por um de seus educandos que visitaram o lixão.

4. Ações programadas

Os participantes foram divididos em subgrupos e tiveram como tarefa elaborar uma proposta de plano de ação, contendo objetivo, atividades e estratégias de desenvolvimento. Estas ações são descritas a seguir:

Grupo 01: Desenvolver e estimular parcerias com a comunidade escolar e de empresas privadas, visando adquirir novos hábitos e atitudes que conduzam a um relacionamento mais harmônico entre nossa espécie, as outras espécies, meio ambiente e o Planeta como um todo.

Grupo 02: Cobertura de uma quadra de esportes

Ações:

· Diagnóstico da viabilidade do projeto e levantamento de custos e parcerias

· Parceria com cooperativas e financiando do projeto para reciclagem

· Conscientização da comunidade escolar sobre os 4 R´s

· Coleta e envio das embalagens para cooperativa

· Aquisição das telhas pela Tetra Pak.

Grupo 03: Conscientizar comunidade escolar da necessidade da coleta seletiva

Ações:

· Entender e formular um conceito para coleta seletiva

· Participar em oficinas de separação dos materiais

· Fazer cavalo de PET

· Realizar gincana para recolher material reciclável

· Exposição do material

· Reverter a renda em prol da escola.

Grupo 04: Conscientizar a comunidade escolar sobre a importância de cuidar e acomodar o lixo produzido, separando em materiais recicláveis e não recicláveis.

Ações:

· Promover palestras sobre consumo e produção de lixo

· Aulas de educação ambiental

· Confecção de cartazes

· Caminhadas pelo bairro, sondagem e conscientização dos moradores

· Visita ao aterro sanitário e à cooperativa

· Promover a separação do lixo e a destinação do mesmo.

AVALIAÇÃO

Ao final, todos os participantes realizaram a avaliação por escrito, sintetizada a seguir:

1. O que mais lhe agradou na oficina de hoje?

· Didática / abordagem da oficina (11) · Oficina de papel (9) · Informações e conhecimento (5) · Vídeos (4) · Tudo (3) · Informações sobre a empresa (3) · Instrumentalização para a prática (2) · A palestrante (2) · Troca de experiências e debates (1)

2. O que não lhe agradou nas atividades de hoje?

· Nada (11) · Poucas atividades práticas (5) · Pouco tempo para a prática de reciclagem (2) · Tempo curto para a importância do assunto (2) · Local da oficina (1) · Oficina de papel (1) · Conversa paralelas de professores (1) · Repetitivo (1) · Dinâmica das atividades (1)

3. O que você acha que poderia ser modificado na oficina realizada?

· Mais atividades práticas / em grupo (11) · Mais horas de oficina (6) · Nada (5) · Mais exemplos práticos (4) · Novos encontros (3) · Oferecer conteúdo didático para crianças menores (1) · Maior contextualização com a realidade local (1) · Favorecer a participação fornecendo materiais antes da oficina (1)

4. Você se sente instrumentalizado para trabalhar sobre o tema? Por quê?

· Sim, pois a qualidade do material / oficina fornecido possibilitará trabalho com alunos e a oficina ampliou conhecimentos (20) · Sim, mas necessito de mais apoio/estudo/material (6) · Sim, pois assunto é importante/interessante e está no cotidiano dos alunos (4) · Sim (3) · Sim, já trabalho com o tema (2) · Não, pois necessito de mais apoio/estudo/material (2)

6. Como gostaria de aplicar/compartilhar as aprendizagens obtidas nesta oficina?

· Com mais projetos e palestras (15) · Com mais funcionários e professores (8) · Com os alunos e a comunidade (8) · Com mais pessoas (2) · Na biblioteca (1)

São Paulo, 04 de outubro de 2012.

Elaine Silva




Anterior Próximo