Share |
Anterior Próximo

04/09/2012

Almirante Tamandaré - PR


Oficina de Almirante Tamandaré no Paraná
Número de horas: 8,0 horas
Empresa: Arte e Vivências
Facilitador: Matheus Pedro
Estado: PR
Cidade: Almirante Tamandaré
Secretaria de Ensino: Não Espeficicado
Educadores Relacionados: Nenhum Educador Relacionado
Instituições Relacionadas: Nenhuma Instituição Relacionada

OFICINA DE ALMIRANTE TAMANDARÉ/ PARANÁ

Data da oficina: 04.09.2012 Local: Auditório Alido Lindener - Centro Administrativo Dirceu Pavoni Rua : Mauricio Rosemann, 15 - Bairro Cachoeira - CEP: 83.540-440

Índice


APRESENTAÇÃO

1. Apresentação, expectativas e boas-vindas

A oficina teve início com a apresentação da Elizabeth do Rocio Godke promovendo as boas vindas, sendo os participantes convidados a se servirem do café da manhã. A grande maioria dos professores possuíam canecas próprias, evitando o uso do copo descartável, por conta do trabalho fortemente realizado pela Secretaria para minimização de resíduos.

O público era bastante atuante, muitos de ensino infantil. Os participantes expressaram como expectativas da Oficina:

· Aprender coisas novas dos assuntos de reciclagem

· Compartilhar experiências

· Aprender dinâmicas / metodologia para replicarem na escola

2. Relação com o lixo

Solicitou-se que cada participante escrevesse em papeletas coloridas qual a sua relação com o lixo. Esta mesma atividade foi realizada ao final da oficina e percebeu-se a mudança de conceitos no aspecto da informação, outros mudaram a sua relação de afetividade, e outros ainda, o aspecto organizacional. Exemplos:

- Cognitivo: Incerteza x Prevenção - Afetivo: Nojo x não sei - Organizacional: Separar corretamente x repensar

Quando da nossa conversa com a Secretaria sobre as expectativas do público, foi-nos passado que o trabalho sobre 4R´s é intenso e que o professorado já possuía conhecimento sobre o assunto, sendo necessário, portanto, aprofundar o tema. Isso representou um desafio, pois sem diagnóstico, é difícil saber até onde as pessoas conhecem, e, segundo a metodologia adotada, o interessante é que elas se sintam motivadas a mudar suas próprias referências e também replicar atividades com os educandos. Por esta avaliação de percepção, percebe-se que a metodologia aplicada é procedente até para estes grupos que já partem de trabalhos prévios sobre o assunto, pois a forma com que os assuntos são abordados permitem a desconstrução de conceitos e o reforço de outros.

EXECUÇÃO

1. Contextualização e Vídeo Carbono e Metano

O total de educandos atingidos por este grupo de participantes é de potencialmente 6.620. Parte das escolas possui programa parcial de coleta seletiva e diversos professores desenvolveram atividades deste conteúdo. Conforme os aspectos que envolvem a produção de resíduos, sua tipologia, as formas de destinação iam surgindo com o debate, o roteiro da oficina com o conteúdo preparado ia sendo apresentado, qualificando as considerações dos participantes. O vídeo Carbono e Metano gerou reflexão sobre o ciclo das coisas, e permitiu o olhar mais minucioso sobre a transformação da matéria.

2. Política Nacional de Resíduos Sólidos

Como já se havia conhecimentos sobre a geração e as formas de destinação dos resíduos, em vários momentos, a discussão versou sobre consumo consciente e responsabilidade social, gerando um viés interessante para a apresentação da Política Nacional dos Resíduos Sólidos. Neste sentido, os demais projetos de sustentabilidade e responsabilidade social da Tetra Pak foram apresentados.

3. Reciclagem da embalagem longa vida

Na parte da tarde, foi realizada a demonstração da reciclagem longa vida para 03 grupos, enquanto os mesmos delineavam projetos de educação ambiental.

4. Ações programadas

Os professores foram subdivididos em grupos e apresentaram sugestões de ações para as atividades voltadas às escolas:

Grupo 01: Fabricação caseira de sabão a partir da reciclagem de óleo, com a embalagem feita a partir do papel reciclado de embalagens longa vida;

Grupo 02: Implantar a coleta seletiva na escola, sensibilizando alunos, funcionários e pais, para num segundo momento abrir Posto de Entrega Voluntária;

Grupo 03: Realizar pesquisa e diagnóstico sobre o assunto com os alunos, entrevistando catadores, visitando cooperativas e aterro sanitário, quantificando produção de resíduos na escola, de modo a sensibilizar para os 4 R´s – Repensar, Reduzir, Reutilizar, Reciclar.

Grupo 04: Produzir material educativo com os alunos, como cartazes, vídeos, cartilhas, sob tutoria de professores, para exposição em feira cultural.

Grupo 05: Sensibilizar a comunidade escolar para a importância da reciclagem, coletando material e promovendo oficinas para transformação em novos produtos.

AVALIAÇÃO

Ao final, todos os participantes realizaram a avaliação por escrito, sintetizada a seguir:

a. Conteúdo da Oficina b. Explicação c. Relação com a realidade d. Tempo das atividades e. Tempo da oficina como um todo f. Material distribuído g. Organização das atividades

1. O que mais lhe agradou na oficina de hoje?

· Informações e conhecimento (16) · Didática / abordagem da oficina (6) · Vídeos (4) · Troca de experiências e debates (3) · Tudo (2) · Oficina de papel (2) · Instrumentalização para a prática (2) · A palestrante (2) · Informações sobre a empresa (2) · O material (2)

2. O que não lhe agradou nas atividades de hoje?

· Nada (9) · Dinâmica das atividades (3) · Tempo curto para a importância do assunto (2) · Um dos vídeos (2) · Pouca contextualização com a realidade local (2) · Parte teórica (2) · Auditório (1) · Dificuldade de por em prática (1)

3. O que você acha que poderia ser modificado na oficina realizada?

· Mais atividades práticas / em grupo (16) · Nada (6) · Dividir o tempo em 2 dias (3) · Mais horas de oficina (3) · Mais exemplos práticos (2) · Novos encontros para atualização (1) · Mais vídeos (1) · Incluir a participação de alunos na oficina (1)

4. Você se sente instrumentalizado para trabalhar sobre o tema? Por quê?

· Sim, pois a qualidade do material / oficina fornecido possibilitará trabalho com alunos e a oficina ampliou conhecimentos (15) · Sim, pois assunto é importante / interessante e está no cotidiano dos alunos (11) · Sim, mas necessito de mais apoio/estudo/material (3) · Não, pois necessito de mais apoio/estudo/material (3) · Sim, mas o aparato das escolas públicas é muito precário (3) · Sim, em partes (2) · Sim, mas terei que adaptar (2)

6. Como gostaria de aplicar/compartilhar as aprendizagens obtidas nesta oficina?

· Com os alunos e a comunidade (18) · Com mais funcionários e professores (9) · Com mais projetos e palestras (8) · Utilizando o material (3) · Com mais pessoas (2)

São Paulo, 04 de outubro de 2012.

Elaine Silva




Anterior Próximo