Share |
21/06/2015

DF terá primeira estação de metrô com energia solar

Redação CicloVivo
Ciclo Vivo

O Distrito Federal vai instalar placas fotovoltaicas na estação de metrô Guariroba, localizada em Ceilândia, no Distrito Federal. O equipamento, que converte luz solar em energia elétrica, vai minimizar os impactos ambientais causados pela operação.

Fruto de uma parceria entre o Metrô-DF e uma empresa chinesa, o projeto piloto será o primeiro implantado na América Latina. “A Estação Guariroba será a quarta no mundo totalmente autossuficiente em termos de energia elétrica e será um exemplo na América Latina. Milão, Nova Iorque e Nova Deli já têm estações com placas fotovoltaicas”, afirma o presidente do Metrô-DF, Marcelo Dourado.

A empresa planeja estender o projeto para as outras 23 estações do Distrito Federal. A energia captada servirá para abastecer a plataforma, bilheteria, mas não os trens, e o que sobrar será vendido à Companhia Energética de Brasília (CEB). A previsão é inaugurar o sistema em setembro deste ano.

Carros elétricos para funcionários do metrô

Outra ação do Metrô-DF é a utilização de carros elétricos em substituição aos movidos por combustíveis fósseis. Fabricados pela empresa chinesa BYD, dois veículos já estão em fase de testes. Posteriormente, será avaliada a possibilidade de trocar toda a frota, que soma 46 automóveis.

“É de suma importância trazer a sociedade para ser parceira deste programa. Para isto, ele está focado em ações de sensibilização e conscientização dos usuários do Metrô”, explica a diretora de administração do Metrô-DF, Glória Gama. A empresa fará uma campanha com funcionários para mostrar a necessidade de redução de água, energia elétrica, copos descartáveis e papéis.

O metrô ainda estuda a utilização da água da chuva para a lavagem dos trens. A empresa começará um projeto para recolher o líquido do telhado do pátio de manutenção dos trens e disponibilizá-lo para o uso sustentável.