Share |
05/07/2014

Parque reciclado flutuante limpa lixo plástico do rio, nos Países Baixos

Tetra Pak
Portal do Meio Ambiente

Arquitetos, acadêmicos, setor privado e poder público de Roterdã, a segunda cidade mais importante dos Países Baixos, se uniram para criar um espaço verde de limpeza de lixo e, ao mesmo tempo, de lazer para a população.

Trata-se do Recycled Island*, um espaço flutuante de recreação que pretende ajudar a solucionar um grande desafio enfrentado no mundo todo: a poluição dos oceanos porpartículas de plástico. De acordo com novo estudo do PNUMA, esse problema ambiental representa um dano financeiro de US$ 13 bilhões anuais aos ecossistemas marinhos.

Para isso, a ilha artificial vai recuperar lixo plástico do rio Nieuwe Maas, antes que ele polua também o Mar do Norte. Essa é apenas uma das ambições do projeto. A outra é construir um parque feito de plástico reciclado, a partir dos resíduos recolhidos no rio. Segundo os idealizadores, isso é possível porque o lixo coletado é relativamente “fresco” e, portanto, tem bom potencial para reciclagem.

Além disso, os blocos de construção são projetados de tal forma que vegetais podem crescer. A parte inferior da plataforma também terá um acabamento bruto, onde plantas podem ter superfície suficiente e peixes terão um lugar para depositar ovos.

A criação é de autoria do estúdio de arquitetura WHIM Architecture*, da Universidade de Wageningen, das empresas SK International, Better Future Factory e HEBO Maritiemservice, em parceria com a prefeitura.