Share |
Anterior Próximo
11/11/2016

SP vai receber seu segundo centro de compostagem


Pensamento Verde

Foram iniciadas em meados de outubro pela Prefeitura de São Paulo as obras para a instalação de um novo centro de compostagem. Localizado na região central, na Avenida do Estado, próximo ao Mercado Municipal, o centro terá capacidade de receber 25 toneladas diárias de restos de frutas, verduras e legumes das feiras.

O equipamento que ficará no pátio vai ocupar 2.800m² e contará com nove leiras de 25m X 2m e dois reservatórios de chorume. A Prefeitura gastou R$ 1.454.426,95 com o equipamento, que deverá estar em funcionamento até o final de 2016.

O centro vai ajudar o meio ambiente, pois os resíduos das feiras deixarão de ocupar os aterros, o chorume produzido será reciclado na própria compostagem e o adubo gerado será distribuído em escolas e entidades assistenciais. Para a Secretaria Municipal de Serviços, incumbida dessa medida, existe também a possibilidade de o produto ser vendido por cooperativas de catadores, fornecendo mais trabalho e renda para esses trabalhadores.

O local ainda vai contar com um espaço para visitação de escolas e delegações interessadas em conhecer mais sobre projeto desenvolvido e uma horta, que será cuidada e suprida pelo adubo fabricado no pátio.

Sustentabilidade

O centro de compostagem é o segundo da cidade, sendo que o primeiro foi inaugurado em 2015 na Lapa. A proposta desse projeto é que mais quatro pátios sejam instalados ainda este ano, nas regiões de Ermelino Matarazzo, Mooca, São Mateus e Vila Guilherme/Vila Maria, seguindo o programa criado para Prefeitura de São Paulo “Feiras e Jardins Sustentáveis”.

O centro da Lapa foi uma iniciativa da Secretaria de Serviços, por meio da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb), em parceria da Subprefeitura da Lapa e a empresa Inova. O objetivo da medida é adotar um sistema de compostagem de resíduos orgânicos fundamentados por um estudo realizado pela Universidade Federal de Santa Catarina e o Centro de Promoção e Estudo da Agricultura de Grupo (Cepagro).

Desde de setembro de 2015, o pátio recebeu aproximadamente 35 toneladas semanais, coletadas em 26 feiras da região.




Anterior Próximo