Share |
08/05/2017

Estudantes no Paraná desenvolvem campanha sobre desperdício de alimentos


CicloVivo

O movimento Slow Food fez uma parceria com a Universidade Tecnológica Federal do Paraná para criar uma campanha que alerta sobre os males do desperdício de alimentos. Entre as ações, foram desenvolvidos um stop motion e uma série de imagens descontraídas com dados sobre o tema.

O projeto coordenado pela professora Elis Lobo envolve alunos da graduação em design e também um projeto de extensão em fotografia. Ambos trazem dados importantes sobre a causa. Como o fato de, anualmente, um terço dos alimentos destinados ao consumo humano ser jogado fora. Isso equivale a 1,3 bilhões de toneladas que poderiam alimentar tantas pessoas que passam fome. Imagine que apenas três alimentos descartados já emitem 3,3 milhões de toneladas de gases poluentes de por ano. O desperdício é uma realidade no mundo inteiro e precisa ser encarada como o grande problema que é.

“Fazendo uso de um dos projetos emblemáticos do Slow Food – a Disco Xepa, nossa ideia é mostrar que todos nós nos importamos com isso, queremos atrair atenção e causar um impacto real sobre esse assunto”, afirma a organização. A Disco Xepa é uma ação em que voluntários são convidados a coletar, higienizar, cortar e cozinhar a “xepa”, ou seja, usar todo o alimento que iria para o descarte por não se enquadrar nos padrões de estética comercial.

Confira mais imagens da campanha aqui!