Share |
17/08/2010

Festival dá voz aos catadores de recicláveis para debater temática dos resíduos


Mercado Ético

Na manhã desta segunda-feira (16/8), teve início em Belo Horizonte, Minas Gerais, a nona edição do Festival Lixo e Cidadania. O evento, que segue até o sábado (21), na Serraria Souza Pinto, reúne catadores de materiais recicláveis, moradores de rua, universidade, terceiro setor, empresários e poder público para uma troca de experiências e a busca de alternativas para situações como a destinação dos resíduos sólidos das cidades.

O Festival teve início às 7h com a caminhada dos catadores de materiais recicláveis. E segundo, José Aparecido Gonçalves, coordenador do festival, já foi "uma boa mostra da unificação em torno do tema e da legitimidade da causa".

Entre os participantes da abertura oficial estiveram a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Márcia Lopes, representando o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva; o governador do Estado, Antonio Anastasia; o secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, dom Dimas Lara Barbosa; além dos atores principais:os catadores de recicláveis e moradores de rua.

"O Festival Lixo e Cidadania foi pensado para estabelecer uma nova forma de debate com a sociedade sobre o tema dos resíduos e, consequentemente, para levar às pessoas a necessidade de se consumir menos e dispensar da maneira correta os resíduos. Neste evento estão reunidos Estado, sociedade civil e catadores para que seja proposto um novo caminho", ressalta José Aparecido.

Durante seis dias, o Festival Lixo e Cidadania reunirá cerca de duas mil pessoas, para debater temas como destinação dos resíduos nas grandes cidades, economia solidária, desenvolvimento sustentável, empreendedorismo, educação ambiental, preservação ambiental, o papel do catador de recicláveis, entre outros. Estas temáticas estarão distribuídas em seminários, debates, oficinas e plenárias. Ao todo, deverão passar pelo espaço do Festival, cerca de 20 mil pessoas.

Para o coordenador do evento, um dos momentos que merece destaque é o debate 'Políticas Nacional e Estadual de Resíduos Sólidos Urbanos', que acontece na manhã da quarta-feira (18). O momento será reservado para as discussões sobre o projeto de lei promulgado pelo presidente Lula, que apresenta 57 artigos e traz determinações, como a 'logística reversa', que obriga fabricantes, importadores, distribuidores e vendedores a fazerem o recolhimento de embalagens usadas.

O evento também cede espaço para atividades artísticas e culturais, como teatro, que será apresentado por grupos formados por catadores e ex-moradores de rua, exibição de filmes, exposições, capoeira, performances e shows. A programação também contempla a realização de uma feira de produtos reciclados, que acontece a partir das 9h da manhã de quarta-feira (18).

O '9º Festival Lixo e Cidadania' é organizado e realizado pelo Instituto Nenuca de Desenvolvimento Sustentável (Insea), pelo Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis, Fórum Estadual Lixo e Cidadania, Rede de Educação Cidadã e Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas).

Mais informações: http://www.festivallixoecidadania.com.br/default.htm