Share |
15/04/2014

Unesco divulga chamada voltada à sustentabilidade global

Tetra Pak
Fapesp

O International Social Science Council (ISSC), organização não governamental criada em 1952 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), lançou no dia 31 de março uma chamada de propostas internacional preparatória para o financiamento inicial de projetos no âmbito do programa Transformations to Sustainability.

O prazo para inscrições é 31 de maio e a decisão sobre o financiamento das pré-propostas selecionadas será anunciada em 30 de junho.

O ISSC reúne associações e outras instituições internacionais nas áreas das ciências sociais, econômicas e comportamentais com o objetivo de aumentar a produção e o uso do conhecimento na promoção do bem-estar das sociedades no mundo.

O programa Transformations to Sustainability busca promover a cooperação internacional em pesquisa sobre sustentabilidade global. A iniciativa promove a formação de redes de conhecimento transformadoras, com capacidade para desenvolver pesquisas sobre mudanças sociais relacionadas a mudanças globais, como perda de biodiversidade, mudanças climáticas, segurança alimentar, produção e consumo de energia, urbanização e pobreza, entre outras.

Os coordenadores das pré-propostas selecionadas na chamada preparatória serão convidados a participar de um workshop em Potsdam, na Alemanha, de 9 a 11 de setembro. Nesse encontro, as equipes selecionadas na primeira fase discutirão o intercâmbio do conhecimento sobre as transformações sociais em curso para elaboração das propostas finais em parceria entre as equipes dos pré-projetos selecionados.

O lançamento da chamada de propostas do programa Transformations to Sustainability está previsto para o fim de outubro de 2014 e os resultados da seleção final serão divulgados até abril de 2015.

Espera-se que essas propostas, coordenadas por cientistas sociais, incluam pesquisas transdisciplinares com a participação de partes interessadas da sociedade (stakeholders) e sejam orientadas para a aplicação de resultados. Os projetos devem contar com a participação de pesquisadores ligados a instituições de pesquisa de diferentes países e agregar áreas como as Ciências Humanas e Naturais, Engenharia e Medicina.