Share |
12/12/2013

Resultado de pesquisa, livro narra histórias do lobo-guará


Portal Brasil

Boas ideias nascem de diálogos, conversas, encontros, pesquisas e muito trabalho. Enfim, não importa. O importante mesmo é que elas surgem e geram grandes resultados. Assim foi a parceria entre o biólogo e analista ambiental do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros (Cenap/ICMBio), Rogério Cunha de Paula, e o fotógrafo profissional especializado desde 1992 em expedições a regiões remotas, Adriano Gambarini que fez surgir o livro "Histórias de um lobo".

O prefácio é de autoria de um dos mais importantes naturalistas do mundo e ícone da conservação da vida selvagem, o alemão/norte-americano George Schaller. A obra, inédita por relacionar fauna e cultura, é um resgate das mais importantes informações científicas sobre o lobo-guará, traduzidas numa linguagem simples e de fácil entendimento, além de compilar importantes histórias e mitos da cultura popular brasileira.

Patrocinado pela Tetra Pak, o livro conta com apoio do Ministério da Cultura (MinC), por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, Lei Rouanet. A obra busca alinhar ciência, cultura e conservação de um dos animais mais símbolos da fauna brasileira, pela visão clara e romântica de um dos maiores especialistas no mundo sobre a espécie, o biólogo Rogério Cunha de Paula.

Trata-se da representação de 15 anos de trabalho de campo e extensiva pesquisa sobre os diversos materiais científicos publicados sobre a espécie. Para ilustrar todo esse conteúdo, soma-se a experiência de 20 anos de documentação outdoor de Adriano Gambarini, um dos mais importantes fotógrafos da atualidade.

Nas suas 164 páginas, os autores trazem à luz do universo de livros de arte, a beleza e mistério que envolve o lobo-guará nas mais diversas regiões, dos campos de cerrado goiano à sombra do mosteiro do Caraça, nos arredores de Belo Horizonte; dos contos mineiros aos trabalhos científicos de instituições nacionais e internacionais. Com mais de 150 fotos cuidadosamente selecionadas num arquivo de mais de 3.000 imagens sobre o tema, misturam-se histórias de lobos e muita informação. Além da riqueza em informações, beleza e curiosidades.

Lobo-guará

O lobo brasileiro está metido até a ponta do rabo em lendas, mitos e na sabedoria popular pelo interior do País. Na literatura brasileira, está eternizado em contos de Guimarães Rosa e nos relatos de campo dos irmãos Villas-Bôas.

Mas ainda assim o bicho sofre por não ser conhecido e é injustamente perseguido. Histórias ruins são muito difundidas, e as boas se perdem com o tempo. Em alguns cantos do Brasil acredita-se que os lobos são criaturas místicas, cujo olhar hipnotiza e amaldiçoa. Por outro lado, quem consegue ter um olho de lobo nas mãos, pode conquistar riqueza e virilidade.

O lobo-guará é certamente um dos mais bonitos e misteriosos animais da fauna brasileira. Seu tom vermelho-dourado faz jus ao termo "guará", que em Tupi-Guarani significa "vermelho". Distribuído em vários países do continente sul-americano, sua maior ocorrência está no Brasil, principalmente no Cerrado.

Diversas ameaças ambientais colocaram essa espécie na lista das ameaçadas de extinção. Muitas pessoas não gostam dos lobos-guarás, por medo, fantasia ou por atacarem a criação de aves domésticas.

Mas curiosamente esse animal não é exatamente igual àquele que povoa as histórias contadas desde a infância. Ele vive sozinho, é tímido e se alimenta, boa parte do ano, de frutos. Assim, dispersa uma grande quantidade de sementes por onde passa, daí sua grande importância e sua distinção como "semeador do Cerrado”.