Share |
23/10/2013

Conheça o macaquinho que virou artista de superprodução do cinema


Fantástico

Noventa profissionais deram duro na Floresta Amazônica: 30 franceses e 60 brasileiros. Sem falar na ajuda de mais de 100 moradores locais.

As filmagens foram feitas em três etapas. Quarenta e cinco toneladas de equipamento transportadas, montadas e desmontadas três vezes.

Quinze tratadores de animais acompanharam todo o trabalho. Primeira preocupação da equipe: entrar devagar no ambiente, não fazer alarde, ganhar a confiança dos bichos. A casa é deles.

O astro do filme é um macaco-prego, figuraça. O filme começa quando o macaco é posto por um circo num avião que vai para Amazônia. Mas é claro que a gente não vai contar como acabam as cenas. Veja as cenas, com exclusividade, no vídeo ao lado.

Esse é só o primeiro sufoco enfrentado pelo macaquinho. Domingo que vem, tem mais aventuras.

Confira o primero episódio da série!

A estréia do filme nos cinemas nacionais está prevista para o começo de 2014. O filme, produzido pela brasileira Gullane e pela francesa Biloba, contou com o patrocínio da Tetra Pak.