Share |
12/02/2014

Braskem economiza 6,5 bilhões de litros de água potável

Tetra Pak
Idéia Sustentável

A Braskem, maior fabricante de resinas termoplásticas das Américas, deixou de utilizar 6,5 bilhões de litros de água tratada provenientes das companhias de abastecimento com a aplicação de dois importantes programas de reuso de água para fins industriais.

Os projetos Água Viva, no Polo de Camaçari na Bahia, e Aquapolo, que abastece o Polo Petroquímico no Grande ABC, em São Paulo, foram responsáveis em seu primeiro ano de funcionamento por uma economia mensal de água equivalente ao consumo de uma cidade com 360 mil pessoas*. Juntos e operando em pleno funcionamento, os dois projetos possibilitaram à Braskem o reuso de cerca de 2 mil metros cúbicos de água por hora. Com esta iniciativa, os programas se tornam alternativas sustentáveis, inovadoras e eficazes, uma vez que utilizam esgoto tratado como insumo.

Além disso, as regiões são beneficiadas com maior disponibilidade de água potável, resultando na otimização dos recursos disponíveis à população e outras empresas locais.

O Água Viva elevou em quase 140 litros por segundo o uso de água reciclada na unidade em que está implantado, no Polo de Camaçari (BA).

Já o Aquapolo, projeto desenvolvido pela Sabesp em parceria com a Odebrecht Ambiental, a partir de uma demanda da Braskem, fornece atualmente à companhia quase 1000 metros cúbicos por hora, tornando como de reuso mais de 90% da água utilizada na empresa.

O aumento do volume de utilização de água reciclada é uma das iniciativas da Braskem que está alinhada ao seu compromisso com o desenvolvimento sustentável, envolvendo não apenas produtos finais, mas todo o processo produtivo.

“Estas iniciativas, que são as mais importantes aplicadas na América Latina, foram fundamentais para a melhoria dos processos produtivos da Braskem. A redução do volume de água descartada possibilitou uma confiabilidade maior nos processos petroquímicos, com menor impacto sobre os recursos hídricos das regiões nas quais os projetos estão alocados”, diz Jorge Soto, diretor de Desenvolvimento Sustentável da Braskem.

  • Base: um habitante consome em média 200 litros de água por dia.