Share |
27/08/2012

O que mais incomoda na educação?


Tetra Pak

Quem gosta de Twitter não deve se espantar se vir por aí a hashtag #edpain, algo como “#oquemaismedóiemeducação”, que desde a semana passada anda circulando no microblog e também no Facebook. Incentivados pela Digital Harbor Foundation, uma organização sem fins lucrativos que busca promover a cultura da inovação por meio de iniciativas educacionais, pessoas dos mais diversos perfis começaram a compartilhar aquilo que mais as incomodavam quando o assunto era educação.

A ideia de compartilhar essas dores, no entanto, não é fazer um muro virtual de lamentações, dizem os organizadores do movimento, mas começar a montar uma parede virtual de construção coletiva com problemas a resolver e grupos de pessoas com o mesmo interesse para discutir soluções.

A história dessa parede virtual começou numa parede, física mesmo, na sede da fundação. Um grupo de educadores que passava por uma qualificação no local começou a preencher uma parede com papéis e suas frustrações. Mas a parede foi ficando pequena e virou uma hashtag. Agora, já é um site, o Edpain, que reúne os tuítes e as manifestações feitas diretamente pela plataforma. Quem tem uma dor em educação é convidado a se identificar, dizer sua profissão e seu CEP e colocar ali, de preferência em até 140 caracteres, o que é a sua dor.

De acordo com o Technicaly Baltimore, em uma semana, mais de 115 pontos de dores na educação foram documentados no site. Ao fazer o usuário inserir seu código postal e algumas características pessoais, a intenção é fazer do site um lugar em que pessoas com problemas e dores parecidas se reunam para discutir soluções.

Explore as dificuldades do ensino acessando o site do Edpain.