Share |
18/11/2016

O que as paredes dos banheiros nos ensinam?

Eduarda Mayrink
Gestão Escolar

Em uma conversa entre quatro crianças de 5 e 6 anos, ouvi uma delas dizer “Eu não gosto de usar o banheiro da escola!” A outra perguntou “por que você não usa?” E a resposta, para minha surpresa, foi “eu não sei onde fica a descarga.” Essa criança já frequenta a escola há quase um ano.

Escutar isso serviu como um pontapé para levar os professores e as auxiliares a pensar sobre este espaço, afinal já estamos finalizando o ano e esta criança ainda não sabe onde é a descarga do vaso sanitário! O que está por trás disso? Era necessário investigar os aspectos dessa ideia ainda este semestre para que as ações planejadas agora fossem implantadas já no ano que vem.

Para começar, registrei, por meio de fotos, o espaço do jeitinho que ele estava e levei para os docentes analisarem, tendo como orientação a seguinte questão: que espaço é esse? Como ele está? O que podemos fazer para melhorá-lo e transformá-lo num ambiente de aprendizagem? O que as crianças precisam aprender sobre ele? Outra ação foi escutar novamente os alunos sobre o banheiro: como eles utilizam, o que sabem e o que não sabem. Enfim, sondando informações que as crianças possuem, pude identificar o que precisam aprender.

Fizemos, então, uma visita com todos da equipe todos ao banheiro e levantamos juntos o que poderia ser mudado nesse espaço. Em seguida, iniciamos os movimentos nas salas de aula preparando regras, imagens e outras coisas para colocar no banheiro. Utilizamos a escrita para a organização de cartazes. Os alunos desenharam e exemplificaram como deveria ser o bom uso daquele espaço. Deram sugestões incríveis e colocamos em prática a maioria delas. Veja só quanta ideia bacana:

Colocar revistinhas para poder ler enquanto espera um colega ou quando está sozinho.

Disponibilizar uma imagem de como dar a descarga caso alguém fique com dúvidas.

Fazer desenhos para enfeitar as paredes das portas.

Colocar espelhos que se vejam de corpo inteiro.

Ter um apoio para subir, pois alguns não conseguem alcançar a pia e dependem sempre de ajuda.

Instalar uma plaquinha na porta com as indicações de sanitário masculino e feminino.

Escrever regras com desenhos de como usar a pia, o papel higiênico, a descarga e como se deve abrir e fechar a porta.

Mostrar onde fica o papel higiênico e o papel toalha.

Explicar para que servem as lixeiras.

Decorar os espelhos.

Colocar cartazes de como cuidar dos dentes, regras de higiene etc.

Com essas pequenas ações, transformamos o nosso banheiro e as crianças começaram a cuidar mais do espaço. Agora, ali também é um ambiente em que a turma aprende sobre os benefícios da limpeza, da higiene e da organização.

E vocês, coordenadores, já discutiram com seus professores o que os banheiros também podem ensinar?