Share |
02/10/2012

Empresas desenvolvem plataformas de educação adaptativa para alunos


Tetra Pak

O modelo atual de ensino ainda não usufrui das possibilidades apresentadas pela tecnologia, principalmente aquilo que chamamos de personalização. Algumas plataformas são capazes de identificar características intrínsecas a cada aluno a partir de suas interações com cada elemento de um site. Com a informação colhida, adapta-se a experiência de acordo com o perfil e o objetivo de cada usuário.

Uma das inovações nesse sentido é a criação de plataformas de interação dos alunos com o computador. Um exemplo, é a plataforma Geekie. Dentro da plataforma Geekie, cada aluno tem uma experiência única: a apresentação do conteúdo, os exercícios, as revisões, e outros elementos são moldados para que cada um consiga desenvolver o máximo do seu potencial.

Atualmente a empresa prepara, sob demanda, análises de testes baseados na Teoria de Resposta ao Item. Adicionalmente, oferecem soluções educacionais com foco na Matriz de Competências do INEP, e para esse fim dispoem de uma plataforma online de preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

A iniciativa partiu de Claudio Sassaki e Eduardo Bontempo, profissionais que trilharam carreiras por vários anos em bancos de investimento como Goldman Sachs e Credit Suisse.

A área de engenharia é composta por uma equipe de engenheiros graduados principalmente pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Estes profissionais, além de possuirem um histórico de destaque acadêmico, foram laureados pelo ITA e premiados em mais de 100 competições acadêmicas. Em suas experiências prévias, constam empresas como Google, Facebook, Microsoft e Groupon.

Confira essa experiência no site da Plataforma Geekie.