Share |
27/10/2013

Como valorizar a carreira de professor no Brasil?


Por Vir

Segundo pesquisa divulgada no início do mês pela fundação educacional Varkey Gems, o Brasil está em penúltimo lugar entre 21 países em um ranking de valorização de professores, com base na remuneração de docentes, respeito por parte dos alunos em sala de aula e o interesse pela profissão.

“Há o problema da atratividade da carreira e da formação dos professores – e ambos estão interligados”, opina à BBC Brasil Paula Louzano, pesquisadora da Faculdade de Educação da USP e doutora em educação em Harvard.

“Ao contrário de países (com ensino considerado de alta qualidade) como Cingapura, Finlândia e Canadá, no Brasil o trabalho é visto como algo que qualquer um pode fazer. A maioria não escolhe ser professor, é escolhido (por falta de outras oportunidades).”

A mudança dessa mentalidade é “fundamental”, diz Louzano. “A docência é uma das profissões mais complexas de se fazer bem-feito, de ensinar 40 alunos de uma mesma sala com demandas e históricos diferentes.”