Share |
23/02/2013

Confira as questões mais frequentes sobre a Tetra Pak e o meio ambiente


Tetra Pak

A Tetra Pak responde

1. Qual a função de uma embalagem longa vida?
Um dos objetivos das embalagens é proteger o seu conteúdo, e neste sentido, a Tetra Brik Aseptic ou embalagem longa vida é muito eficiente, pois mantém bactérias e outros microorganismos longe de alimentos como leite, iogurtes e suco de frutas, preservando-os por muitos meses. Nenhum conservante artificial é adicionado, sendo, portanto, o alimento condicionado 100% natural. Além disso, uma embalagem deve facilitar a distribuição e o armazenamento dos produtos. Com uma embalagem da Tetra Pak o alimento pode ser mantido sem refrigeração, economizando energia da geladeira e de caminhões frigoríficos. O peso da embalagem é outro fator importante a ser considerado pois, para embalar um litro de alimento, são necessários somente 28 gramas de material, economizando recursos naturais e gasto de combustível durante o transporte.

2. A produção das embalagens da Tetra Pak é poluente?
Todo processo industrial gera algum dano ao meio ambiente. Entretanto, durante a produção das embalagens da Tetra Pak o impacto é mínimo, pois as modernas técnicas de fabricação utilizadas reduzem a poluição. Como exemplo, podemos citar a utilização de tintas a base água durante a impressão, substituindo solventes orgânicos, que são danosos ao meio ambiente. Para apoiar o Desenvolvimento Sustentável, a Tetra Pak possui um Sistema de Gestão Ambiental em sua fábricas de Monte Mor e Ponta Grossa, baseado na Norma ISO 14001. Este sistema é um programa de melhoria contínua de seu processo produtivo com diminuição dos impactos de suas operações no ambiente. Em julho de 1997 a Tetra Pak tornou-se a primeira empresa brasileira de embalagens a receber a certificação ISO 14001 e em 2001, confirmou mais uma vez a sua preocupação ambiental certificando a nova fábrica de Ponta Grossa.

3. Como funcionam os processos de reciclagem das embalagens cartonadas da Tetra Pak?
A reciclagem das fibras e do alumínio/polietileno que compõem a embalagem começa nas fábricas de papel, em um equipamento chamado "hidrapulper", semelhante a um liquidificador gigante. Durante a agitação do material com água, as fibras são hidratadas, isto é, absorvem água, separando-se das camadas de alumínio/polietileno. Em seguida são lavadas e purificadas. Após a purificação, podem ser usadas para a produção de papel reciclado utilizado na confecção de caixas de papelão, por exemplo. O material restante, composto de alumínio/polietileno, pode ser destinado às fábricas de processamento de plástico e recicladas através de um processo chamado termo-injeção, ou de um processo de rotomoldagem, através dos quais este material pode ser usado para produzir peças plásticas, como cabos de pá, canetas, réguas, coletores, pallets e outros. A reciclagem para produção de placas e até telhas parte da trituração das camadas de polietileno/alumínio, que são depois prensadas com aquecimento. Essas placas podem ser utilizadas para produção de móveis e telhas.

4. O processo de reciclagem das embalagens da Tetra Pak é viável economicamente?
Sim, pois as fibras das embalagens da Tetra Pak têm um alto valor para a indústria de papel/papelão, que pode utilizá-las como matéria prima para produção de caixas de papelão, papel kraft, entre outros. As outras camadas são utilizadas em fábricas de plástico como alternativa ao uso do polietileno de alta densidade ou na produção de telhas. Todos esses materiais já possuem mercado estabelecido no Brasil.

5. Reciclagem é a melhor forma de solucionar o problema do lixo?
A reciclagem é uma das maneiras de resolver o problema do lixo, mas não a única. Ela é parte de um processo de gerenciamento integrado de resíduos sólidos, que inicia-se com a redução na fonte. Em outras palavras, a solução desse problema começa com a minimização ao máximo da quantidade de lixo gerada. Um bom exemplo disto é a redução do peso unitário da embalagem sem comprometer a proteção do produto. Esse gerenciamento inclui outras alternativas, além da redução na fonte e da reciclagem, como incineração, compostagem e aterros sanitários. A incineração com recuperação de energia em incineradores com controle de emissão gasosa também é viável em algumas localidades. Já a compostagem é usada para tratar a parte orgânica do lixo. Trata-se de um processo de decomposição microbiana de restos de alimentos em que é possível obter um produto para melhorar às características do solo para agricultura. A última alternativa seria a destinação para os aterros sanitários, dotados de modernas tecnologias de controle de poluição que recebem o material que não pode ser incluído em nenhum dos itens acima.

6. O que a Tetra Pak está fazendo para encorajar a reciclagem?
Nas localidades onde a coleta seletiva foi escolhida como método de gerenciamento do lixo, a Tetra Pak tem participado ativamente, desenvolvendo parcerias com a comunidade, fornecendo tecnologia, informações e treinamento para viabilizar o processo de coleta e seleção das embalagens após o consumo e indicando para as prefeituras qual é a fábrica recicladora mais próxima do município. No Brasil, vários municípios já possuem sistemas de coleta seletiva bem estruturados, separam também embalagens Tetra Pak e já foram contatados pela Tetra Pak. Atualmente, cerca de 27% da produção brasileira de embalagens Tetra Pak é reciclada.

7. O que é coleta seletiva?
Coleta Seletiva é um processo de separação do lixo doméstico nas próprias residências, evitando que materiais nobres como alumínio, aço, vidro e papel sejam contaminados com matéria orgânica, prejudicando e encarecendo a sua reciclagem. Em muitos casos, a contaminação inviabiliza completamente a recuperação dos materiais. Além disso, é necessário que exista um sistema adequado de coleta e disponiblização desses materiais recicláveis, para que cheguem na melhor condição possível ao local da reciclagem. É válido ressaltar que o desenvolvimento de mercados para os materiais recicláveis é fundamental parar tornar os programas de coleta seletiva funcionais e economicamente viáveis.

8. Onde eu posso destinar as embalagens coletadas em casa?
As embalagens da Tetra Pak devem ser encaminhadas para o programa de coleta seletiva de sua cidade juntamente com os outros materiais recicláveis. Você pode encontrar pontos de coleta seletiva através do site Rota da Reciclagem criado pela Tetra Pak para divulgar e estimular a reciclagem por todo o país.

9. As embalagens da Tetra Pak contribuem para a diminuição da camada de ozônio?
Não, pois durante sua produção ou de suas matérias-primas, não é utilizado o gás CFC (cloro-fluorcarbono) que destrói a camada de ozônio. Podemos dizer até que a embalagem da Tetra Pak auxilia na manutenção da camada de ozônio, uma vez que não necessita de refrigeração para conservar os alimentos. Logo, enquanto fechada, esse tipo de embalagem dispensa o uso de geladeira, atualmente um dos maiores consumidores de CFC.

10. As embalagens da Tetra Pak contribuem para o aumento da temperatura da Terra?
A teoria existente é de que a Terra está aquecendo devido ao aumento da concentração de gás carbônico na atmosfera, provocando o chamado "efeito estufa". A grande fonte de gás carbônico é a queima de combustível fóssil (petróleo, carvão e gás natural) para a geração de energia e transporte de pessoas e mercadorias (carros e caminhões). As embalagens Tetra Brik são transportadas em bobinas até os clientes, otimizando essa fase de transporte. Além disso elas possuem baixo peso unitário. Tudo isso significa um menor consumo de combustível durante o seu transporte, e conseqüentemente uma menor emissão de gás carbônico para a atmosfera, ajudando a minimizar o "efeito estufa".

11. Onde eu posso encontrar informações sobre as ações sociais e projetos ambientais da Tetra Pak?
Todas estas informações estão disponíveis na última edição do Relatório de Sustentabilidade. Este relatório realizado a cada dois anos contempla informações que vão desde nossa visão, missão e valores até indicadores de desempenho social e ambiental. Você encontra a ultima versão deste relatório na nossa seção de publicações.

12. A Tetra Pak disponibiliza algum material para projetos de educação ambiental em escolas?
A Tetra Pak possui o projeto Cultura Ambiental nas Escolas que tem como finalidade incentivar projetos de educação ambiental em escolas através de um material didático composto por vídeos e folhetos informativos, desenvolvidos para se trabalhar temas relacionados ao meio ambiente e reciclagem com os alunos. Você encontra esse material no portal Cultura Ambiental nas Escolas.

13. O que significa o logo com um círculo e a folha?
A Tetra Pak utiliza esse logo nas tampas feitas a partir da cana-de-açúcar. Trata-se de um logo desenvolvido pela Tetra Pak com o objetivo de facilitar a identificação das tampas feitas com o plástico de fonte renovável. Ao escolher uma embalagem com esse logo, você sabe que está levando uma tampa que contém 40% de plástico produzido a partir de fonte renovável.

14. O que é plástico verde?
Denominamos plástico verde o polietileno que possui a mesma estrutura química que o polietileno produzido a partir combustível fóssil mas que foi elaborado a partir de fonte renovável.

15. Qual é a fonte renovável utilizada para a produção das tampas verdes?
Atualmente, a fonte renovável utilizada para a fabricação das tampas verdes da Tetra Pak é a cana-de-açúcar, produzida no Brasil.

16. Por que a Tetra Pak está introduzindo as tampas feitas de plástico verde?
A introdução do plástico de fonte renovável para a produção das tampas de nossas embalagens é um grande passo para o desenvolvimento de embalagens totalmente renováveis. Até o momento não havia disponibilidade de plástico verde para nossos produtos. As embalagens cartonadas da Tetra Pak já utilizam em sua maior parte matéria-prima de fonte renovável (mais de 70% da embalagem é composta por papel). Com o lançamento das tampas de polietileno verde, estamos reforçando o nosso compromisso em aumentar o uso de fontes renováveis em nossas embalagens. Esperamos que esse movimento contribua para o incremento dos investimentos na produção de polietileno verde , de forma a aumentar sua disponibilidade no mercado.

17. Todas as tampas da Tetra Pak passarão a ser feitas com o polietileno verde a partir de agora?
Em razão do suprimento limitado de polietileno verde, a Tetra Pak está priorizando a fabricação de um tipo de tampa, a Stream Cap 1000.

18. Quais são os benefícios ambientais do plástico verde?
O plástico verde é feito a partir de uma fonte mais sustentável. Se a biomassa usada para produzir o polietileno verde é cultivada e manejada de forma responsável, a matéria-prima para os polímeros verdes continuará a crescer de forma sustentável. Como líder mundial no fornecimento de embalagens cartonadas, acreditamos que fontes renováveis manejadas de forma adequada são matérias-primas mais sustentáveis.

19. O uso do plástico verde reduz a pegada de carbono das embalagens?
Pesquisa recente demonstrou que a produção do plástico verde a partir da cana-de-açúcar tem uma menor pegada de carbono que a produção do plástico a partir de combustíveis fósseis.

20. Quais são os riscos e as desvantagens no uso do polietileno verde?
O polietileno verde tem as mesmas características que o plástico convencional, produzido a partir de combustíveis fósseis, porém, produzido a partir de fonte renovável. Dessa forma, pode ser utilizado como substituto do plástico convencional, sem nenhum prejuízo ao produto.

21. Como a tampa de polietileno é feita?
Primeiro, o polietileno verde é feito a partir da cana-de-açúcar. Depois de ser colhida, a cana-de-açúcar é prensada e seu suco é capturado, fermentado e destilado para produzir o etanol. O Etanol é desidratado e tranformado em etileno que posteriormente é polimerizado em polietileno e transformado em nossas tampas.

22. Não é melhor utilizar a terra para a plantação de alimentos ao invés de utilizá-la para a produção de cana-de-açúcar para o plástico verde?
É importante que haja terra suficiente para ambos os usos. A cana-de-açúcar utilizada para a produção do plástico verde utilizado em nossas tampas é proveniente de plantações no Brasil, onde há extensa área cultivável disponível. É importante ressaltar que trabalhamos juntamente a nossos fornecedores para garantir que assegurem práticas agrícolas e industriais responsáveis.

23. O aumento do consumo de etanol da cana-de-açúcar em função do PE verde aumenta o desmatamento da Amazônia?
O Estado de São Paulo é o maior produtor de etanol, responsável por cerca de 60% do total da produção Brasileira. A região amazônica, além de não ter um clima apropriado para a plantação de cana-de-açúcar, não está incluída na zona legal de plantio de cana-de-açúcar. Além disso, temos o compromisso de nossos fornecedores na avaliação de seu fornecimento de cana-de-açúcar segundo critérios ambientais e sociais.

24. Como a tampa de plástico verde é reciclada?
A tampa de plástico verde é reciclada da mesma forma que a tampa produzida a partir do petróleo. As tampas e as embalagens da Tetra Pak devem ser encaminhadas para o programa de coleta seletiva juntamente com os outros materiais recicláveis. Atualmente uma série de tecnologias para a reciclagem das embalagens longa vida está disponível em nosso país. A reciclagem das embalagens da Tetra Pak começa nas indústrias de papel, em um equipamento chamado hidrapulper. Durante a agitação das embalagens, com água e sem produtos químicos, as fibras celulósicas são hidratadas, separando-se das camadas de plástico/alumínio . Essas fibras são, então, utilizadas na produção de papel reciclado para confecção de caixas e tubos pequenos. As camadas de plástico/alumínio, juntamente com as tampas, são usadas para fabricar peças plásticas ou placas e telhas utilizadas na construção civil.

25. Qual a diferença entre o plástico verde e o bioplástico?
O bioplástico tem uma estrutura diferente da do plástico convencional. O plástico verde pode ser reciclado juntamente com os plástico convencional enquanto que o bioplástico não pode.

26. As tampas de plástico verde são biodegradáveis?
Não. As tampas de plástico verde degradam da mesma forma que as tampas de plástico produzido a partir de fontes fósseis. O destino adequado das tampas juntamente com as embalagens deve ser a coleta seletiva.

Caso tenha alguma dúvida entre em contato com falecom.meioambiente@tetrapak.com